Cursos

01/01/2008 - Finalmente para pensar

FINALMENTE,  PARA PENSAR

 

Após ler todas estas informações sobre os ganhos na criação de Chinchilas e as ótimas perspectivas do futuro da industria, a primeira pergunta que você deve estar se fazendo é:

 

Por que, se é tão bom negócio, os criadores querem mais gente no mercado? ou, 

Para que mais pessoas criando chinchilas?  Qual a vantagem dos que já estão?

 

Não é verdade?

 

 Agora, leia com atenção um trecho do Boletim mensal da Achila

 

      Se, como dissemos, a seqüência de todas essas atividades deve terminar na produção de peles, o objetivo final é a industria de vestuário e o sonho de todo esse complexo de atividades é o de vestir todas as mulheres do mundo com casacos de Chinchila ou com vestidos ornamentados com  peles desses maravilhosos animais.

    

          Parece um sonho absurdo, mas não é se soubermos que anualmente, são consumidas 20.000.000 de peles de “vison” e 6.500.000 de peles de raposa na confecção de casacos ou na ornamentação de vestidos de alto padrão.  O mercado mundial de todos os tipos de peles gira em torno de um valor de US$ 15.000.000.000,00 (quinze bilhões de dólares segundo o IFTF em março 2008). Somente os USA gastam US$ 1.700.000.000 (um bilhão e setecentos milhões de dólares) com peles de todos os tipos.

 

         Você sabe qual é a produção mundial de peles de Chinchilas atualmente? É de apenas 220.000 peles anuais ou equivalentes US$ 13.200.000,00 (treze milhões e duzentos mil dólares).  O Brasil produz apenas 50.000. Os cálculos da procura mundial  de peles de Chinchilas para o ano de  2008 estão estimados em 1.400.000 peles e esta demanda vem aumentando a razão de 6% ao ano.  Se lembrarmos que no fim do século XIX a pele de Chinchila selvagem superava o “visón” em quantidade, podemos prever sem nenhuma sombra de dúvidas que, pelas estatísticas acima, a produção de peles de Chinchila demorará aproximadamente 20 anos para atingir a demanda prevista de peles. Devemos considerar também que, na medida que a pele de Chinchila se faz mais conhecida e popular nas passarelas de modas em mais lugares do mundo, a procura aumentará em porcentagem bem maiores aos 6% atuais.

 

         Os mercados de luxo emergentes como China, Coréia, Japão e alguns países ex-socialistas garantem com seu grande interesse por luxo o aumento da procura, sem contar que outras economias emergentes que na atualidade estão em crescimento farão com que a procura aumente sensivelmente nos próximos anos.

 

        Nas décadas de 50 e 60 os Estados Unidos com seu glamour holiwodiano, na de 70 foram os países árabes com seus petro-dólares; na de 80 novamente USA, Canadá e  alguns países europeus com suas economias fortes; nos anos 90 Japão e os países ex-socialistas e, no inicio deste século  os asiáticos China e Coréia, com suas jovens mulheres abertas para o capitalismo.”

 

         Os compradores de peles de Chinchilas que vem ao Brasil atualmente são quatro.

         Você sabe quantos destes comerciantes existem no mundo?: Aproximadamente 460.

        Você sabe porque eles não vem?: Porque nenhum deles sai de suas empresas na Europa e América do Norte para comprar menos de 15.000 peles por vez.

        Você sabe quantas peles na atualidade o Brasil junta para cada vinda de Brent Poley da Canchilla?: 4.500 a 7.000.  Isto significa que precisamos dobrar o número de criadores atuais para produzir a quantidade desejada e, assim, faremos com que mais 4 ou 5 compradores venham. Quanto mais compradores interessados em nossas peles, melhores serão os preços oferecidos para nós.” É a lei da oferta e da procura.

 

Agora você sabe porque não há preocupação em ter mais criadores de Chinchilas.  Bem-vindo a industria da chinchila

 

Para voltar ao menú clique aqui

http://www.chinchilla.com.br/index.asp