Cursos

06/09/2008 - FATORES HUMANOS NO MANEJO

FATORES HUMANOS NO MANEJO DAS CHINCHILAS  Jory Smith

 

A experiência prática é quase sempre a melhor maneira de aprender e ter um manejo adequado e seguro com as chinchilas ou outro animal.  Os criadores que têm tido contato com as chinchilas durante algum tempo desenvolveram uma sensibilidade e uma espécie de sabedoria acerca deste animal, der seus hábitos e reações.

 

Embora o sistema de manejo possa variar de criador para criador, existem regras geralmente aceitas para qualquer animal.  As chinchilas, como muitos animais de cria, gostam e respondem a rotina.  Seja calmo e pense.

  • Anuncie sua presença antes de começar a inspeção ou atividade para evitar assustar as chinchilas, elas são noturnas.  Há maneiras para que você possa fazer suas tarefas durante o dia quando se supõe que, para todos os efeitos, elas estão em estado de repouso.  Elas podem estar de olhos abertos, porem estão adormecidas.

  • As visitas aos criatórios se limitam apenas aos adultos e sempre com o uso de máscaras descartáveis e sapatos protegidos (pelo menos deveriam ser, segundo o veterinário).  Medidas de proteção (para preservar a saúde do animal) hoje são comuns. O diagnóstico é definitivo: chinchilas podem contrair gripes e, por isso, se você está agripado, com espirros, é melhor usar uma máscara.

  • É mais fácil evitar as causas do stress do que lidar com os problemas que provoca no rebanho, e estes problemas podem se alastrar por muitos anos.
  • O manejo da chinchila deve ser feito de maneira calma.  Nunca agarre o animal pelo rabo para tirá-lo da gaiola.;  Aprenda a fazê-lo empurrando-o com uma mão para a outra e sempre olhando para você, pegando no seu rabo apenas como medida de segurança perante movimentos bruscos.  É fácil, e a chinchila não fica assustada.  Nunca pegamos fêmeas de cria que estão prenhas (apenas em casos de emergência).

Devemos pontualizar que, se à fêmea estiver prenha, especialmente com mais de um mês, não se deve agarrá-la como de costume, mas sim colocando a mão na gaiola e permitindo que o animal venha até a palma de sua outra mão estendida.  Você vai sentir através da pressão de seus dedos que a barriga está dura e cheia.  Aqueles que não se importam com estes pequenos cuidados e insistem em agarrá-las de qualquer moído, deveriam buscar outra ocupação.

  • Se mantermos um ambiente calmo, livre de stress e agradável, as chinchilas respondem sendo calmas e mansas.  É perfeitamente possível fazer isto em criações de qualquer tamanho.  Machos de melhoramento importados de grandes cabanhas geralmente apresentam um comportamento calmo.


Para voltar ao menú clique aqui

http://www.chinchilla.com.br/index.asp